Vila Flor e Carrazeda de Ansiテ」es devem sair do mapa de risco de contテ。gio da Covid-19.

Em sentido contrテ。rio, podem estar os concelhos de Vimioso e Vinhais que nテ」o integram a lista dos 191, mas que estarテ」o muito prテウximos de atingir o limite mテ。ximo, tudo dependendo de quais serテ」o os 14 dias em que o Governo se vai basear.

A poucas horas do Governo fazer a reavaliaテァテ」o dos concelhos considerados de risco – que estテ」o sujeitos a regras mais restritivas – jテ。 テゥ possテュvel traテァar um 窶徂ipotテゥtico窶 cenテ。rio sobre o que pode mudar no distrito de Braganテァa, tendo como base os nテコmeros que vテ」o sendo avanテァados nos boletins diテ。rios das autoridades de saテコde.

Recorde-se que os dados da incidテェncia cumulativa por concelhos dos casos de Covid-19 divulgados pela DGS e sobre os quais o Governo se baseou para colocar 191 concelhos de Portugal em confinamento parcial, tiveram em conta o nテコmero de municテュpios com mais de 240 casos por cem mil habitantes em 14 dias, neste caso, o perテュodo foi de 28 de outubro a 10 de novembro.

Pelas nossas contas, テゥ muito provテ。vel que dos 10 concelhos que atualmente integram a lista vermelha, 8 deles vテ」o continuar no mapa de risco: Braganテァa, Mirandela, Macedo de Cavaleiros, Mogadouro, Alfテ「ndega da Fテゥ, Miranda do Douro, Freixo de Espada テ Cinta e Torre de Moncorvo.

Praticamente certa parece ser tambテゥm a saテュda desta lista vermelha de elevado risco de contテ。gio da Covid-19 dos concelhos de Vila Flor e Carrazeda de Ansiテ」es, que nテ」o ultrapassaram o limite mテ。ximo dos novos casos nos テコltimos 14 dias.

A dテコvida subsiste em relaテァテ」o aos concelhos de Vimioso e Vinhais que nテ」o estテ」o no mapa de risco, mas desta vez pode ter sido ultrapassada a linha vermelha, tudo depende de qual serテ。 o perテュodo de contagem a aplicar pelo Governo, ou seja, qual serテ。 o dia em que comeテァarテ。 a contagem dos 14 dias.

Entretanto, estテ。 a ser avanテァado que o Governo pode estar a preparar a criaテァテ」o de trテェs nテュveis de escalonamento nos concelhos com casos de Covid-19, e ajustar as medidas restritivas em funテァテ」o do grau de risco.

Assim, sテウ os concelhos com mais de 960 novos casos de Covid-19 por cada cem mil habitantes テゥ que serテ」o abrangidos por medidas como as que vigoram agora de recolher obrigatテウrio a partir das 13 horas ao fim de semana. Se isso se aplicar, no distrito de Braganテァa, sテウ Freixo de Espada テ Cinta deve ficar neste patamar.

Haverテ。 depois um segundo escalテ」o com medidas nテ」o tテ」o restritivas nos concelhos que tテェm entre 480 e 960 novos casos. Poderテ」o ser incluテュdos aqui 6 concelhos: Braganテァa, Mirandela, Macedo de Cavaleiros, Alfテ「ndega da Fテゥ, Miranda do Douro e Torre de Moncorvo.

E ainda um terceiro escalテ」o com medidas ainda mais flexテュveis para os concelhos que tenham entre os 240 e 480 casos. Aqui ficarテ」o os concelhos de Mogadouro e Vimioso e Vinhais, estes dois テコltimos, na eventualidade de entraram para o mapa de risco.

Ministro fala em mais de 200 concelhos na lista vermelha

O ministro da Administraテァテ」o Interna admitiu, esta manhテ」, na Assembleia da Repテコblica que o nテコmero de concelhos com elevados nテュveis de contテ。gio irテ。 aumentar, passando as duas centenas, sabendo-se que, atualmente, hテ。 191 concelhos na lista vermelha, 10 deles do distrito de Braganテァa.

Esta estimativa foi apresentada por Eduardo Cabrita momentos antes de o Parlamento ter dado autorizaテァテ」o テ entrada em vigor do decreto presidencial para a prorrogaテァテ」o do estado de emergテェncia em Portugal, por mais 15 dias.

O Governo reテコne-se, esta sexta-feira, em Conselho de Ministros, para aprovar as medidas no テ「mbito da prorrogaテァテ」o do estado de emergテェncia, que devem ser anunciadas, amanhテ」, em conferテェncia de imprensa.

Jornalista: Fernando Pires

Slider